Temporal no Rio de Janeiro deixa nove mortos, incluindo uma criança de seis anos encontrada em Mendes após deslizamento de terra.

O temporal que assolou o estado do Rio de Janeiro na última quarta-feira resultou em nove mortes, sendo a última vítima encontrada uma criança de apenas 6 anos de idade, que estava desaparecida após um deslizamento de terra na cidade de Mendes. O desastre também causou duas mortes em Japeri, na Baixada Fluminense, sendo um menino de 2 anos e uma mulher de 24 anos vítimas de desabamentos em locais distintos.

Em Barra do Piraí, no sul do estado, quatro pessoas perderam a vida no Morro do Gama após um deslizamento atingir uma casa de três andares. No entanto, foi possível resgatar com vida outras quatro pessoas dos escombros. Já em Nova Iguaçu, dois homens adultos vieram a óbito em decorrência das chuvas nos bairros Ipiranga e Jardim Pernambuco.

Diante da gravidade da situação, secretários do governo estadual se reuniram na última sexta-feira na Câmara Municipal de Japeri com representantes do governo federal e prefeitos de cidades afetadas pelas fortes chuvas. O objetivo do encontro foi agilizar e facilitar as ações para reduzir os impactos causados pelas intensas chuvas daquela semana.

Durante a reunião, os secretários Bernardo Rossi, de Governo, e coronel Leandro Monteiro, de Defesa Civil, receberam as demandas dos municípios para melhorar as ações de apoio à população. Eles ressaltaram o investimento de R$ 4,3 bilhões em obras por meio do programa Pacto-RJ, lançado em 2021, visando a recuperação econômica e social do estado.

O Pacto-RJ prevê investimentos de R$ 17 bilhões para impulsionar o crescimento sustentável em todos os 92 municípios do Rio, abrangendo áreas como infraestrutura, desenvolvimento social, saúde, educação, segurança, desenvolvimento econômico, meio ambiente, cultura e lazer.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo